sexta-feira, 25 de abril de 2014

Livro da Semana: O Fim da Inocência

Não compreendo quando as pessoas me dizem que não têm tempo para ler, que gostavam de ler mais mas não o fazem porque não têm tempo. Eu leio porque gosto, quando me apetece arranjo tempo. Da mesma maneira que arranjo tempo para ver um filme, uma série, fazer exercício, sair com os amigos ou passear o cão... A vida pode não ser fácil, mas quando se quer uma coisa sempre se consegue arranjar tempo.
Isto tudo porque acabei de ler "O Fim da Inocência", um livro que toda a gente devia ler. Pais, mães, professores, avós, tios, primos, amigos e irmãos. Pode estar a acontecer na porta ao lado e ninguém dar conta, ou preferir fechar os olhos e deixar que passe. Li este livro em cerca de 5 horas seguidas, num fim-de-semana, tinha outras coisas para fazer, mas não consegui parar de ler. Fiquei parva, incrédula, surpreendida... Acabei de o ler e na minha cabeça a única palavra era F***-se!! Eu que nem digo asneiras.

O Livro conta a história da Inês, uma menina de Cascais, de colégio particular que se mete em mais do que deve. Não só ela, mas todos os amigos e muito provavelmente mais uns milhares por aí!
Será realmente o fim da inocência? Será que todas as miúdas de 10 anos já falam em sexo, como eu falava de Barbie's ou trocava canetas Uniball? Será que perder a virgindade aos catorze já é perder tarde, porque as colegas já a perderam à 2 anos?? Não posso crer, não quero acreditar. Ver a droga assim tão banalizada? A facilidade que se deixam levar e pressionar pelos amigos? Já não há o sentimento de individualidade, de ser diferente? É preciso ir atrás dos outros, só porque temos medo de ficar de fora? Este livro deixo-me revoltada. Fez-me pensar em em mim com aquela idade, em como eu era realmente inocente comparando com aquele relato!
Não é que seja uma santinha, mas parece que esta Inês viveu demais e muito cedo. Ao mesmo tempo parece-me pouco provável que a mesma miúda tenha passado por tanta coisa. De vídeos pornográficos, a ser violada e calar, às drogas e a ser usada como passadora. Muita ingenuidade numa miúda só? É que me parece estranho que alguém seja tão totó ao ponto de cometer erros atrás de erros sem se dar conta. Não sei se a história é realmente verdadeira, se foi inventada pela Inês, ou uma mistura de "Inêses" que o autor decidiu condensar... Mas é muita coisa para uma miúda só que nem atingiu os 18 no fim do livro!
Não julgo nem condeno, só fiquei espantada com esta "realidade". 

E a culpa? A culpa é de quem? Dos pais? Dos professores? 
Eu diria que é de todos. Dos pais que não prestam atenção suficiente, dos professores que não se interessam, dos próprios miúdos que não são capazes de dizer não.
Claro que não é a regra, felizmente. Mas ainda assim acho que é preciso abrir os olhos e este livro é perfeito para isso. Eu nunca me levei em conversas, mas sabia o que os outros faziam e mesmo assim este relato conseguiu surpreender-me. Mais uma vez recomendo que o leiam. Acho que é forte e pesado, mas muito fácil de ler. Venha o próximo!

terça-feira, 22 de abril de 2014

Corrida para principiantes: Como ser uma corredora?

Já sabem Como Começar, Como Correr, Como escolher os ténis e o sutiã certos e ainda a melhor postura a adoptar! Mas isso faz de nós corredoras? Talvez, mas eu acho que há mais umas coisas que nos podem fazer passar de simples amadoras a quase prós!


  • Estar preparada: Como em qualquer tipo de exercício é preciso o tipo certo de equipamento para estar confortável e em segurança. Mantenham roupas leves e anti-transpirantes limpas e prontas a usar, confirmem o tempo para não haver surpresas a meio e se devem ou precisam de comer alguma coisa antes ou logo depois de correrem. Não só se vão sentir mais confortáveis, como confiantes!
  • Começar com calma: Mesmo que já tenham o habito de correr, de nada vos vale começarem a acelerar mal põe os pés no chão. Comecem devagar e vão acelerando gradualmente conforme vão aquecendo e dê o tudo por tudo nos últimos minutos ou metros!
  • Aquecer e "arrefecer": Ainda dentro do tópico anterior, é importante aquecer seja com uma passada mais forte ou um jogging mais ligeiro antes de começar a correr. E antes do tão merecido banhinho, convém fazer alguns alongamentos para evitar as dores musculares e prevenir lesões!
  • Variar os treinos: Se já conseguem correr, a uma passada regular cerca de 30 minutos é altura de aumentar a dificuldade. Se fizerem, sempre a mesma coisa não só se vão aborrecer, como vão atingir os ditos plateaus. Se puderem alterem corridas de rua com as de passadeira, façam treino de intervalo... Mantenham as coisas interessantes!
  • A regra dos 10%: Descobri à pouco tempo que a melhor maneira de evoluir na corrida, é aumentar 10% da distancia total de uma semana, na semana seguinte! Imaginem que correm 10 km esta semana, na que vem devem correr 11 km. 
  • Criar uma estratégia: Se já correm e querem ser corredoras melhores e mais rápidas o melhor é ter um plano, alternando algumas estratégias durante a semana. 
          • Intervalos de treino: intervalar sprints com corrida ligeira e caminhada. Vai aumentar essencialmente a resistência.
          • Treinar as subidas: É a melhor maneira de aumentar igualmente resistência e velocidade!
          • Tempo Run: Basicamente é fazer uma corrida bem mais curta que o habitual, mas a uma maior velocidade. Vai ajudar-vos a serem corredoras mais rápidas.
 Mais do que correr é preciso treinar os músculos no geral, com outro tipo de exercícios, pesos e até ioga :)

segunda-feira, 21 de abril de 2014

O quanto eu gostava mesmo, mesmo, mesmo de ter...

... Uma Crosley Turning Table!! 

Mas gostava assim mesmo muito! Desde pequena que adoro os LP dos meus pais, de quando ele eram mais novos, mas nunca tivemos um gira-discos que funcionasse, só servia de decoração. E sempre fiquei com essa ideia na cabeça... Em feiras de trocas e antiguidades já comprei 2 LP's e nunca os ouvi. 
E um dia destes, estava a ver o último video da Heart e ela tem um tão, mas tão lindo (o facto de ser um LP do Justin Timberlake a tocar também ajudou ;b), já nem vi o video até ao fim. Corri atrás dele e lá o encontrei na Urban Outfitters e OMG, lá me ia dando um coisa. É que é mesmo giro!


Crosley AV Room Portable USB Record Player - $160.0
Se houver por aí alguém me vá aos Estates, ou que viva por lá e me possa mandar um... Please, mandem-me um mail! Quero mesmo, mesmo... Se não vem com portes e tudo. Cortasse de um lado e cortasse do outro e tudo se resolve! :)

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Livro da Semana: Convergente

Numa semana li Divergente, Insurgente e Convergente, e fui ao cinema ver o primeiro filme. Não consegui parar de ler, queria e precisava de saber mais, de saber o final. E é com um vazio, uma saudade que chego ao fim a desejar que houvesse mais. Vou ler novamente, simplesmente porque é demasiado bom para ficar por aqui.


Em Convergente, a história é narrada alterando a perspectiva entre Tris e Tobias. E finalmente entramos na cabeça dele, mesmo que continue a achar algumas atitude irreais, consigo entender melhor o porquê de as tomar. Acho no entanto que a autora não foi muito feliz na escrita pela cabeça de Tobias, que era praticamente indissociável da de Tris, o que me fez voltar ao inicio do capitulo algumas vezes para ver quem estava a “falar”.

Neste livro a forma como são retratados os geneticamente danificados e os supostamente puros é demasiado intensa, e passa mesmo a mensagem de superioridade dos GP sobre os GD.
Esta história desgasta a relação de Tris e Tobias, envolvendo Nita, uma nova personagem que achei que vinha ameaçar a relação deles... E apesar de mais uma vez Tobias achar que sabe e pode, as coisas lá acabam por se compor, com todas as consequências que decorrem das decisões tomadas.
Tris finalmente encontra o equilíbrio entre a abnegada e a intrépida que tem dentro dela, muito mais adulta e com uma intuição inteligente incrível. Enquanto o crescimento e desenvolvimento de Tobias é menos evidente e mais esparso, condicionam toda a acção de uma forma impensável para quem conheceu o Quatro. De qualquer forma eu vivi com uma intensidade quase assustadora o sofrimento dos dois e chorei (baba e ranho, entenda-se) com Tobias e por Tris.

Foi de uma maneira frenética que li capitulo atrás de capitulo para chegar ao final que me devastou mais do que achei possível. A autora passou a trilogia a matar personagens, mais ou menos marcantes e ainda assim achou necessário matar para ter um final, um final que ainda me custa a crer. Apesar de agora compreender que possa fazer sentido que assim seja, acho que se podia ter dado uma volta qualquer à questão. Para fazer justiça a uma personagem tão humana e bonita que merecia mais do que aquilo que lhe foi destinado.
Só digo isto porque esta historia se entranhou em mim de uma forma inexplicável e este final deixou uma sensação de vazio que não costumo ter frequentemente. De outra forma, compreendo que seja o final indicado para um fecho definitivo de uma saga tão emocionante.

Convergente é o ultimo livro de uma historia que me marcou muito e é com um grande carinho que me despeço, por entre lágrimas, dos personagens.  Uma série que inclui ingredientes tão cativantes como a acção, o instinto de sobrevivência e acima de tudo, como pode ocorrer uma história de amor, em situações tão dramáticas e propicias a desconfianças

A narrativa de Veronica Roth é sem duvida apaixonante, consegue transportar-nos para a historia ao ponto de darmos por nós a rir, tensos, revoltados e até a chorar. Foi uma trilogia que me surpreendeu bastante e que veio para ficar com uma das minhas preferidas, que tenho a certeza que vou ler de novo. A autora matem-se fiel a um principio desde o inicio que não muda de uns livros para os outros. A parte politica dos livros está bem elaborada, desde as facções à noticia surpreendente e inesperada, devo dizer, do final de Insurgente, que elevou tudo a outro nível. Com Covergente a autora dá-nos uma lição de vida que vai para sempre marcar-me e deixar alguns dos personagens na minha memória.


Resta-me felicitar a autora pela trilogia mais apaixonante de sempre, pelo seu compromisso com as personagens e por não ceder às expectativas e escrever o final que mais lhe pareceu correcto. Mesmo que não concorde e ache que podia ter sido diferente, sei que é por causa de toda a história que levou a este final que esta série me marcou tanto e que teve o impacto que teve em mim. Sei que se lerem vão intender o que vos digo :)

terça-feira, 15 de abril de 2014

Sorteio de Aniversário :)

Eheh... Faltam 15 dias para fazer anos! E como tal decidi oferecer-vos uns miminhos... Porque gosto de partilhar convosco as coisas boas que vou recebendo e para vos agradecer por estarem desse lado e me darem todas estas oportunidades :)


Os Prémio são nada mais, nada menos que:
-Balsamo reparador YvesRocher e Lápis olhos SuperShock Avon, oferecidos pela Mil Cuidados
-Pincel Sigma F88, oferecido pela Mafalda e a sua lojinha
-Conjunto Smoky Eye Elf, oferecido por mim
-Bolsinha para maquilhagem da Primark, oferecida por mim

Já devem estar a pensar, mas quando é que ela se cala e diz aquilo que queremos saber? Vá, não desesperem só têm de responder ao questionário e cumprir todas as regras Obrigatórias:
- Gostar do canal de YouTube Pipas Carneiro
- Gostar do Na Pele d'aCarneiro pelo GFC - usar a barra lateral onde diz "aderir a este site"
- Gostar da Página de Facebook do Blog Na Pele d'aCarneiro
- Gostar da Página de Facebook da Mil Cuidados

Para entradas extra e mais hipóteses de ganhar podem:
- Seguir o Na Pele d'aCarneiro pelo BlogLovin'
- Seguir pelo Instagram @acarneiroe
- Partilha publicamente o sorteio no Facebook
- Partilha publicamente a imagem do sorteio no Instagram

a Rafflecopter giveaway


O Sorteio vai estar em vigor de 15 de Abril a 15 de Maio e está aberto a todos os que cumprirem os requisitos obrigatórios e sejam residentes em Portugal e Ilhas :)

Boa Sorte a Todas!

segunda-feira, 14 de abril de 2014

O quanto eu gostava de ter...

... Uma Lomográfica :)

Eu adoro fotografia, não partilho muitas além das random que tiro com o telemóvel para o instagram, mas gosto muito de fotografar com a minha Canon 1100D. E  à pouco tempo comecei a ler sobre lomografia e acho um piadão. E apaixonei-me por algumas câmaras.


Uma câmara compacta  que tira fotografias estilo Olho-de-Peixe :)  E o facto de usar um rolo de 35mm é o máximo, a lembrar as antigas maquinas :) Fisheye Cherry, 55€

Uma edição especial com pintura metálica e cortiça. Não é o máximo?

Tira fotos com rolo de 120mm e com uma aspecto radiante e focagem leve. Tem exposição múltipla e parcial e flash com 12 filtros para dar tons diferentes às fotos :) Diana F+ Cuvée Prestige, 99€





Mas uma edição especial do dia dos namorados, nem sequer sei se ainda está diponivel, mas o que me cativo nem foi o exterior mas o que ela consegue fazer. Esta câmara permite fotografar no formato quadrado ou metade da foto usando o filme 35mm – são 72 metades de fotos rectangulares ou 36 fotos quadradas. Mini Diana F+ Love Letters, 99€

domingo, 13 de abril de 2014

The Secret Bag - Abril 2014

Honestamente não me apeteceu fazer outro video a abrir a "The Secret Bag", mas ainda assim decidi partilhar convosco o que recebi. :)

Como comprei o trimestre recebi um produtinho extra. Um blush mousse da Bell, num rosa lindo! Gostei da textura e da cor.

Lip Gloss être Belle. Quando abri odiei a embalagem, acho que tem um aspecto de velha, e a cor também não é nada a minha cara... E o cheiro? Senhores, é horrível. O pior produto de sempre, sem dúvida. 17€

Sabonete Sexy Peel da Lush. Ainda nem tinha aberto a Bag e já se sentia o cheirinho a limão. Adorei, estou desejosa de o experimentar. Diz que como tem aroma cítrico é bom para afastar o sono e fazer-nos despertar para um novo dia :) 4,45€ por 100g

Blush Ilminador Halo, da Beauty UK. Achei um piadão à caixinha, apesar de ocupar mais espaço do que devia, fecha com íman e tem um espelho considerável (maior que o blush). Tem um brilho fantástico e boa pigmentação. :) 5,90€

Hidratante corporal, Women'Secret. O mês passado mandaram o perfume roller-ball, e agora vem o creme, para ficar tudo perfumadinho :b Gosto muito do cheiro e da textura, não acho muito hidratante e por isso absorve rapidamente. 6€

Como podem ver, tirando o sabonete todos os produtos são full size, acaba por compensar o preço da bag (18€ já com portes), mas achei fraquinha. Acho que se estão a tornar repetitivos e sem coisas novas para mostrar. Vamos ver o que as próximas nos reservam ;)

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Open "Mafalda's Bag" de Abril :)

A Mafalda voltou a surpreender-me com a melhor bag que já abri na vida. Adorei.... Tanta coisa boa que nem sei o que vos dizer!


E tudo o que precisam de saber está aqui:
-lojinhaonline com imensos produtos interessantes
-atendimento personalizado
-simpatia e atenção por parte da vendedora
-pagamentos por transferência bancária, depósito, vale postal ou Paypal (necessário pagar comissão)
-novo serviço: Mafalda's Bags com valor de 14€/mês, ou 38€ em subscrição de 3 meses
-bag aniversariante: totalmente a pensar no cliente, de oferta no mês de anos!
-portes grátis, tanto nas bags como nos produtos da lojinha

Livro da Semana: Insurgente

Sinceramente nem sei bem por onde começar. Sou completamente obcecada por esta trilogia. Muito, muito melhor do que pude imaginar quando comecei a ler.


O segundo livro, Insurgente, começa exactamente onde o Divergente acaba, ainda com os personagens dentro do comboio. Nem é preciso ir relembrar o final e para mim isso foi perfeito, quase como se fosse um só livro, mas noutro capitulo.
A historia é toda muito focada na acção, no movimento e na luta, mas quando a autora decide que a Tris e o Quatro têm de estar juntos, são cenas que nos preenchem totalmente e acaba por compensar toda aquela agitação em que vivem constantemente. Faz com que o livro seja super fácil de ler, muito dinâmico e sempre em andamento... Que por vezes não nos dá tempo para acabar de processar o que aconteceu e eles já estão metidos noutra. As minhas duvidas levantam-se mais depressa do que obtenho respostas.

Os personagens são constantemente desafiados e percebe-se o seu crescimento de um livro para o outro. Quase como se os tivéssemos a viver nós mesmos. E por isso sempre que morre alguém é quase um choque para mim, fiquei parva com algumas coisas que aconteceram, não que tenham sido personagens importantes, mas que de uma maneira ou de outra foram marcantes e não deviam ter morrido, principalmente da forma como morreram.

Neste livro temi o pior para a Tris e o Tobias, não só a nível pessoal, mas também como casal.
A Tris mostrou-se ainda mais determinada em lutar pelas suas convicções mesmo que isso implicasse ir contra os outros e esconder segredos e mentir. Mas é tão apaixonante de ver a sua luta interior para salvar aqueles que ama que facilmente aceitamos os erros dela perante as situações em que se encontra quando os toma, e que honestamente também tomava. Já Tobias, ou Quatro, por quem me apaixonei  no primeiro livro, parece que ficou estúpido de repente e só me dá vontade de lhe dar umas abanadelas a ver se acorda. Também ele decidiu seguir a sua intuição que não passava de ideias ingénuas e incoerentes com a sua maneira de ser. Demasiado crédulo para aquilo que estava à espera.
No entanto conseguem sempre acabar por se entender, o que faz com que seja um retrato bem fidedigno da realidade, uma vez que nós também nos zangamos e depois lá acabamos por nos resolver, por perdoar e esquecer. Talvez por isso seja tão fácil de nos apaixonarmos por eles e querermos que tudo corra bem entre os dois.

E depois tudo muda e tudo de sabe. As novas personagens que entram são tudo menos confiáveis. Eu lia a maneira de falar e só queria que eles virassem costas e fossem embora, tamanha era a falsidade que eu sentia vir daquela gente. Não me quero armar em spoiler, mas o Tobias vem de uma família que OMG. Nem sei como é que ele saiu assim tão fofinho, mas percebo porque é que é parvo em acreditar no que lhe dizem... A esperança é sempre a ultima a morrer!

Nos últimos capítulos do livro comecei a ficar com uma revolta tal que nem vos sei dizer. O Tobias armado em parvo (não se eu o desculparia...), Tris a levar uma luta às costas e depois é aquilo? Eu estou aqui a controlar-me para não vos contar. Afinal nada naquilo era real. Os personagens ficaram todos de cara à banda e eu também. Só me apetecia bater na autora por ter estragado todos os meus sonhos com aquele final parvo. Mas ao mesmo tempo foi precisamente por causa desse final que a primeira coisa que fiz no dia seguinte foi comprar o ultimo livro e não fiz mais nada até o acabar de ler (ainda bem que era domingo ;b).

E é disto que gosto, de finais tão criativos que é impossível parar de ler, tão revoltantes que ficamos com vontade de bater em alguém e tão apaixonantes que por muito em desacordo que estejas, sabes que tens de saber o que acontece depois!


Parabéns Veronica Roth, à muito tempo não lia algo tão diferente e tão apaixonante!

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Favoritos Fevereiro/Março

Voltei :) e só trouxe coisas boas!


Favoritos:
Triologia da Veronica Roth - Divergente, Insurgente e Convergente
Série Elementar
Iogurte de Soja sabor Limão, Frutos Vermelhos e Goiaba/Alperce
Sementes de Chia
Ambientador Furtos do Bosque
Paleta Seattle da ELF
Blush Revelateur da Sephora
Batom Rosa 234 d'O Boticário
Batom Laranja 806 da Kiko
Batom Rosa 816 da Kiko

Birthday Wishlist :)

Estamos a menos de 3 dezenas de dias do meu 25º aniversário :) 
Eu gosto de fazer anos, a sério que sim, mas se pensar que vou completar 1/4 de século. Estranho não? Estou mesmo a ficar velha ;b
Independentemente do resto, eu gosto muito de receber prendinhas, quem não gosta certo? Decidi fazer a minha listinha, de coisas que eu gostava mesmo de ter. Não é que esteja à espera que me ofereçam isto tudo, mas desejos são isso mesmo, mesmo quando não se realizam.


Assim sendo, vamos à descrição, tendo em conta que não está com qualquer ordem de prioridade!

1- Calças Reversíveis
Não consegui encontrar o meu tamanho das da Zara, e estas não só têm um padrão semelhante como são reversíveis. Ou seja, de um lado têm um padrão e do outro são lisas, e podemos usa-las dos dois lados. Não é o máximo? Quero-as. 35,99€ nas lojas Bershka.
2- Clarisonic Mia 2  
à mais de um ano que quero uma, esteve na minha lista de natal e agora acho mesmo que estou mais perto de a ter. Vamos ver como corre ;) 150€ na Sephora.
3- Colecção Agua de Rio e Diva Carioca da Sephora
Adoro as cores, adoro a vibe que transmite. Adoro a coleção no geral. Gostava muito de receber os batons neon, os eyeliners coloridos e o pó bronzeador :) a partir de 11,90€ na Sephora.
4- Livro Reencontro em Barcelona, de Elizabeth Adler
Já li todos os publicado em Portugal, falta este. Quero tanto! Cerca de 15€ cada um, na maioria das livrarias
5- Óculos Sol
Eu adoro óculos de sol! No inicio do ano quando fiz a minha limpeza geral, tinha quase 30 pares, a maioria  não usava então dei-os. Fiquei com alguns e não me perguntem porquê, mas acho que preciso de mais ;b E não renho nenhuns redondos, nem azuis. Acho que estamos destinados a ficar juntos :) 9,90€ nas lojas Stradivarius.
6-- Perfume Flash, da Jimmy Choo
Recebi uma amostra na PopyBox e adorei tanto que não consigo passar por uma perfumaria sem entrar para cheirar! Gostava mesmo, mesmo de o receber. Perfume La Tentation, da Nina Ricci
Tenho usado o mesmo perfume desde o ensino básico! E já estou tão fartinha. Tenho um da Hugo Boss que adoro, mas não sinto se seja um perfume de dia a dia. Entretanto tenho adquirido alguns da Yves Rocher, e de marca branca, a ver se gosto de alguma coisa e nadinha. Cheirei este por acaso um dia destes na sephora e fiquei in love! Acho que é mesmo o que preciso.
7- Formula X - The Sistem
Pois que muito se têm ouvido falar sobre isto e eu ando sempre à procura de vernizes que duram e duram. Fiquei tão curiosa que quero mesmo ter. Apartir de 30€ nas lojas Sephora.
8- Perfume La Tentation, da Nina Ricci
Tenho usado o mesmo perfume desde o ensino básico! E já estou tão fartinha. Tenho um da Hugo Boss que adoro, mas não sinto se seja um perfume de dia a dia. Entretanto tenho adquirido alguns da Yves Rocher, e de marca branca, a ver se gosto de alguma coisa e nadinha. Cheirei este por acaso um dia destes na sephora e fiquei in love! Acho que é mesmo o que preciso.
9- Statement Necklace
O da imagem é da primark, mas pode ser um qualquer. Tenho uns quantos e ultimamente, a par com o relógio e um ou outro anel, são o único acessório que gosto de usar. Por isso quantos mais melhor, assim só para variar ;)
10- Boulevard Rock, da Kiko Milano
Não podia faltar maquilhagem, muito menos da Kiko. Gostava muito de ter o pincel facial e o blush. E um delineador feltro preto vinha mesmo a calhar, uma vez que ultimamente me limito ao risco e mascara e está a andar. A partir de 3,90€ nas lojas Kiko Milano Makeup.
11- Sandálias Cunha Pretas
Preciso de umas, tipo para ontem. Tem de ser assim um misto de cunha com plataforma, para não me desmontar toda. Saltos só para ocasiões especiais! Vi estas no site da primark e achei o máximo. Da ultima vez que lá estive comprei umas parecidas nudes, porque não havia o meu tamanho nas pretas e  tinha pensado ir la comprar umas iguais às nudes em preto, assim já posso ter sandálias diferentes, uma vez que estas também não são muito altas. E gosto que a plataforma tenha padrão :) 18€ nas lojas Primark
12- CD 20/20 Experience 2 of 2, do Justin Timberlake 
Já vos disse sou muito fã desse senhor e este é o único CD que me falta. Não posso ter uma falha certo? Pois, gostava muito que este pequeno me viesse parar às mãos. 14,99€ na Fnac.
13- Relógio "For the Love of K" da Swatch
Não sei viver sem relógio. Fico a parecer uma galinha sem cabeça a andar de um lado para o outro, nem com o telemóvel me safo. E eu adoro, adoro o padrão azul com bolinhas brancas (era o fundo original do blog, quem se lembra?). Assim que pus os olhos neste menino que fiquei com vontade de o ter. 55€ nas lojas Swatch.
14- MacBook Pro, com ecrã retina, da Apple. 
Estava na minha Carta ao Pai Natal e nada mudou. Este é o único presente que é uma necessidade e não um desejo. O meu computador está pela hora da morte, com 7 anos de muita utilização o bichinho demora uns 20 minutos a ligar, faz uns barulhos esquisitos, quando estou trabalhar o ecrã desligasse e tenho de esperar que lhe apeteça. Desde que tenho o iPad, tenho me safado bem... Mas quando há coisas que não dão para fazer aqui é um stress e dá-me uns nervos conseguir fazer alguma coisa com aquele computador que nem vos passa. Assim, preciso de um computador novo e este MacBook conquistou-me. Leve, bonito, alta definição, para não falar do software que gosto muito desde que comecei a usar o iPad. Pode ser o ecrã de 13" ou 15", e com o desconto estudante, estão disponíveis partir de 1268,13€ na loja da Apple.
15- Casaco com padrão de meia-estação
Tenho dois blazer que costumo usar quando está aquela brisa desagradável. Mas são lisos, um azul e outro laranja, este ano apetece-me padrão. Não sou esquisita, pode ser qualquer um, mas este é da Primark e achei que era o máximo. 18€ nas lojas Primark.

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Livro da Semana: Divergente

Na noite de Domingo para Segunda, quando passo pelo Hollywood e me deparo com o trailer do filme "Divergente", baseado no bestseller de Veronica Roth, com o mesmo nome, OMG, fiquei logo com vontade de ver o filme. Algures na minha cabeça uma luzinha começou a piscar, como se eu já tivesse visto aquele nome em algum lado. Após uma breve pesquisa, lembrei-me de várias youtubers que têm eleito os vários livros da saga como favoritos ao longo dos últimos meses. Livros que eu olhava para a capa e aquilo não me cativava nem um bocadinho, o típico caso de julgar o livro pela capa. Claro que tinha de o ler, não podia ver o filme sabendo que havia um livro por detrás da historia (uma das minhas paranóias, se sei que há um livro não vejo filme ou série até o ler... As coisas nunca são iguais e eu gosto de ter os factos todos!)
Na segunda feira, lá deitei a mão ao ultimo livro que havia na loja... Fiquei com pena de não ser a capa original, mas queria lê-lo e o resto é decoração.
 
Escusado será dizer que fiquei acordada até depois das 5h da manhã, não consegui parar de ler o livro até o acabar (outra coisa que me acontece muitas vezes!!) e o resultado foi uma terça-feira sonolenta e com a sensação de ter dois pesos nas pálpebras. Mas quem corre por gosto não cansa e se já tivesse os livros seguintes, Insurgente e Convergente, seriam mais umas noitadas. Adorei o conceito mesmo sendo mais "futurista" do que costumo gostar. Fala das escolhas de um adolescente e como lhe podem mudar a vida, quase uma "espécie" de decisão sobre cursos e faculdades. Uma decisão que de uma maneira ou de outra vai definir o resto da nossa vida.

A civilização da história está dividida em 5 facções que têm como característica uma qualidade, o altruísmo pertence aos Abnegados, a coragem aos Intrépidos, a amizade aos Cordiais, a sinceridade aos Cândidos e a inteligência aos Eruditos, existem ainda os sem-facção, aqueles que não conseguem viver com a facção que escolheram. Ao atingir os 16 anos todos os jovens da sociedade fazem um teste de aptidão que os deve ajudar a decidir qual a facção que vão escolher para o resto das suas vidas e as facções não se misturam, o lema deles é "A facção antes do sangue", por isso podem ter de deixar a família para trás e esta decisão é irreversível.
Durante esse teste, Beatrice, a personagem principal, descobre uma coisa sobre ela que tem de manter secreta se quer continuar viva. Depois da escolha muda o seu nome para Tris e descobre mais do que queria, ao mesmo tempo que tenta fazer amigos e se apaixona por um rapaz, tudo novidades para ela. Quatro é intrigante e misterioso, fácil de nos apaixonarmos por ele, mesmo sem saber bem quem ele é e quais as suas intenções. Quando tudo parece correr mal, lá arranjam uma forma de dar a volta à questão. Nada disto é fácil e muitas decisões irreversíveis terão de ser tomadas. Com uma revolução em mãos é preciso deixar para trás muita coisa para seguir em frente... E talvez o seu segredo a possa salvar e aqueles que amanha.

Não vou armar-me em spoiler, leiam o livro. Vale a pena, a sério. Mesmo que achem que não faz o vosso género quase que aposto que se vão surpreender. Eu estou tão fascinada que já só quero ler os outro dois livros. A escrita da autora é cativante e cria personagens com quem facilmente no identificamos, que também nós somos capazes de odiar e desconfiar. Apesar de ser uma leitura intuitiva, não é fácil prever o que vai acontecer a seguir e isso só torna o livro mais fascinante.

Quando vir o filme, logo vos digo se vale a pena, mas a menos que este seja a excepção à regra, costumo gostar mais dos livros que dos filmes. Estes últimos deixam sempre muita coisa de fora que eu acho importante.